domingo, 10 de agosto de 2008

INVERSAMENTE PROPORCIONAL

Andava por aí,
meio mulher, meio retângulo,
despreocupada,
parassimpática...
lambendo seu sorvete espiral,
enrijecendo meio mundo
sem nem perceber
um tico da intenção
pingada do todo
antônimo a si,
assintótica aos picos...

Um comentário:

F.S.M.M. disse...

A falta do que fazer, sentada aqui nesta poltrona preta e muito confortável facilitou bastante a minha calma leitura por estes teus devaneios...
E que maravilha hein!
Gostei disso...
Viva o ócio...

O chato é ter que digitar essas letrinhas tortas prá poder enviar o comentário... prá que elas servem?

:-/

SIGAM-ME OS BONS!